ESCUDO ARMAS ABAD +ROBERTO COHEN.png
56f5ccb7-72ed-41fd-ad9b-5d6bd1735783.jpg
Snap 2021-08-27 at 07.27.24.png

Somos uma Ordem Autônoma de acordo com o Decreto de SS Papa Leão XIII no "Summum Semper" (12 de julho de 1893), posteriormente aprovado por seus sucessores. Pio XII ordenou explicitamente que essa união fosse regulada por uma "lex própria", que foi posteriormente revisada pelo Concílio Vaticano II . Em nosso Monastério em Lauro de Freitas Bahia prestamos honra, reconhecimento e obediência ao nosso Cardial Arcebispo Primaz do Brasil + Dom Sergio da Rocha e Sua Santidade o Papa Francisco I.

A Congregação Beneditina Cassinense é uma união de ordens monásticas que, apesar disso, mantiveram sua autonomia interna, conforme o Canôn da Santa Igreja Católica Apostólica Romana Chinesa. Temos plena liberdade de abrir Paróquias, Capelas, Missões e trabalhos de evangelização em todo o mundo. Nosso Abade Eparca Dom Roberto Cohen convida a todos sem distinção a vivermos juntos a fé dos Apóstolos e restaurarmos o ardor da Igreja Primitiva, em que todos eram um no Senhor. 

Ambos reconhecemos a legitimidade e justeza dessas expressões da mesma fé e ambos respeitamos a preferência de cada Igreja em sua vida litúrgica e piedade.

Cada uma das diferentes congregações beneditinas goza da mesma autonomia, o mesmo direito ao autogoverno que uma ordem religiosa. Cada um dos "ramos" da árvore genealógica beneditina é, portanto, autônomo e autossuficiente. Cada congregação respeita as outras; mas cada uma representa uma faceta diferente da joia multifacetada que é o monaquismo beneditino. Por exemplo, as abadias da Congregação Beneditina Cassinense costumam administrar escolas secundárias, Hospitais, Serviços sociais. Os beneditinos, portanto, tendem a enfatizar a importância das Pastorais Humanitárias.  Especialmente importante para todos os beneditinos é a ênfase encontrada em cada mosteiro na liturgia celebrada em comum, na Lectio divina (leitura contemplativa e orante das Escrituras) e na hospitalidade.

 

A Congregação Beneditina Cassinense e a Ordem de São Bento dos Estados Unidos da América é uma Ordem autônoma em total obediência ao nosso Santo Patriarca da Santa Igreja Católica Apostólica Assíria do Oriente, Igreja legitimamente reconhecida por Roma e por todas as demais Igrejas. Nunca participamos de CISMA algum, mantivemos a nossa sucessão Apostólica válida até os dias de hoje. Nossa Sede está no Iraque onde nasceu o Santo Patriarca Abrahão, vivemos nos moldes da Igreja Primitiva, e somos guardiões reconhecidos das antigas escrituras dos primeiros Cristãos. Somos reconhecidos por Sua Santidade o Papa de Roma e por todas as demais Igrejas legitimamente Canônicas. Somos membros da Comunidade de Jesus, comunidade Beneditina filiada a Academia Beneditina Americana https://communityofjesus.org  https://americanbenedictine.org

Somos membros da Sociedade de São João Crisóstomo - Região Oriente é uma organização ecumênica de leigos e clérigos das Igrejas Ortodoxas Orientais, das Igrejas Católicas Orientais e Católica Romana.

Trabalhamos para divulgar a história, o culto, a espiritualidade, a disciplina e a teologia do Cristianismo oriental, e pela plenitude da unidade desejada por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Convidamos você a visitar nosso site http://lightoftheeast.org/  A Sociedade de São João Crisóstomo promove uma maior valorização das tradições espirituais, teológicas e litúrgicas da Cristandade Oriental, trabalha e ora pela unidade das Igrejas do Oriente e do Ocidente, e encoraja o apoio às Igrejas Orientais: as Igrejas Bizantina e Católica Oriental em comunhão com a Sé Apostólica de Roma.

A Congregação Beneditina Cassinense é uma união de ordens monásticas que, apesar disso, mantiveram sua autonomia interna, conforme o Canôn da Santa Igreja Católica Apostólica Assiria do Oriente. Temos plena liberdade de abrir Paróquias, Capelas, Missões e trabalhos de evangelização em todo o mundo. Nosso Santo Patriarca +++ Mar Gewargis lll e Sua Santidade o Papa Francisco firmaram um acordo Cristológico reconhecendo as formulações um do outro como sendo válidas:

Ambos reconhecemos a legitimidade e justeza dessas expressões da mesma fé e ambos respeitamos a preferência de cada Igreja em sua vida litúrgica e piedade.

Cada uma das diferentes congregações beneditinas goza da mesma autonomia, o mesmo direito ao autogoverno que uma ordem religiosa. Cada um dos "ramos" da árvore genealógica beneditina é, portanto, autônomo e autossuficiente. Cada congregação respeita as outras; mas cada uma representa uma faceta diferente da joia multifacetada que é o monaquismo beneditino. Por exemplo, as abadias da Congregação Beneditina Cassinense costumam administrar escolas secundárias, Hospitais, Serviços sociais. Os beneditinos, portanto, tendem a enfatizar a importância das Pastorais Humanitárias.  Especialmente importante para todos os beneditinos é a ênfase encontrada em cada mosteiro na liturgia celebrada em comum, na lectio divina (leitura contemplativa e orante das Escrituras) e na hospitalidade.